Skip to content

LinkedIn

Para um profissional que esteja num processo de mudança de carreira,  é fundamental criar um perfil no LinkedIn antes de iniciar uma pesquisa. Um perfil do LinkedIn atualizado e bem escrito é uma ferramenta importante para apresentar o seu melhor rosto profissional a potenciais empregadores.

O LinkedIn permite que partilhe a sua experiência, competências e qualificações com futuros empregadores, ao mesmo tempo que permite que construa e interaja com sua rede e expanda a sua marca como profissional.

Partilhamos aqui algumas dicas de pesquisa de trabalho no LinkedIn, que consideramos importantes:

1. Use seu LinkedIn para contar uma história e construir sua marca pessoal

Quando está a construir o seu perfil no LinkedIn, é preciso pensar sobre a sua marca pessoal, Quem é e pelo que quer ser conhecido? O que o diferencia de seus colegas do setor? Depois de conhecer sua marca pessoal, pode expressá-la em todo o seu perfil do LinkedIn.

O seu LinkedIn é sua oportunidade de dar uma narrativa mais ampla sobre seus pontos fortes e estilo de trabalho. Tem mais espaço (do que seu currículo) para mostrar uma vasta lista de experiências e competências, o que significa uma chance maior de que haja algo no seu perfil com o qual alguém se identifique. Essa empatia é fundamental para a procura de emprego.

2. Seja proativo

Quando se cria um perfil no Linkedin, é determinante ser proativo, ter a iniciativa, procurar oportunidades, estabelecer contacto com outras pessoas, criar novas ligações com pessoas de organizações ou áreas nas quais tem interesse. Para tal, deverá criar um perfil cuidado, que mostre quem é, realmente, no âmbito profissional e porque é que alguém devia ter interesse em si.

3. Faça com que sua rede online reflita suas conexões offline

Depois de configurar seu perfil, comece por se conectar com todos aqueles que conhece: ex-colegas, ex-empregadores, pessoas da sua indústria, vizinhos, família, amigos, ex-colegas de escola e universidade.

4. Conheça o seu público - e quais as palavras-chave chamarão a sua atenção

Ao elaborar o seu perfil, pense em quem o irá ler - provavelmente outros profissionais e recrutadores no seu setor. O que essas pessoas querem especificamente ver num candidato? Algumas competências técnicas são as mais importantes? Ou certas experiências ou qualidades?

Para o ajudar a descobrir as respostas a essas perguntas, siga um processo semelhante ao que você faria ao escrever ou adaptar seu currículo. Use algumas descrições para o tipo de trabalho que você tem ou gostaria de ter.

Pense em quais se aplicam a si e à sua experiência e que palavras e frases específicas estão a ser usadas para descrevê-las: Essas são as suas palavras-chave. Elas provavelmente são o que os recrutadores procuram quando procuram pessoas com o seu perfil

5. Escreva um resumo profissional convincente

O seu resumo deve diferenciá-lo das centenas de outras pessoas que competem pelo mesmo trabalho. Conte uma história. Fale sobre responsabilidades de trabalho passadas e atuais, realizações, problemas resolvidos e paixões. Não use parágrafos longos; seja conciso.

6. Mencione realizações quantificáveis

Escreva um resumo orientado para métricas. Por exemplo, se foi diretor de vendas de uma grande empresa, mencione que aumentou as vendas de X para Y e desenvolveu um número X de programas de vendas que contribuíram para esses resultados.

7. Não liste posições ocupadas há mais de 20 anos

O objetivo é mostrar a trajetória da sua carreira, não listar exaustivamente todos os trabalhos e funções ocupadas. Afirma. Não esconda sua idade no LinkedIn, mas também não a acentue - e empregos realizados há mais de 20 anos fazem exatamente isso.

8. Adicione as suas informações de contato

Algumas pessoas hesitam em incluir o seu endereço de e-mail e número de telefone nas informações de contato do perfil do LinkedIn por medo de receber spam ou ligações de marketing. Façam-no, assim mesmo.

9. Endossar e recomendar outros; eles provavelmente retribuirão

O seu perfil do LinkedIn deve incluir endossos, bem como recomendações das suas competências. A melhor maneira de recebê-los é doá-los. No entanto, endossos, por serem tão fáceis de dar, não têm tanto peso quanto recomendações escritas.

10. Pareça profissional

Não coloque uma foto sua com seu filho ou usando óculos escuros na praia. Uma foto profissional é ideal ou, pelo menos, uma foto que o mostra num contexto profissional.

11. Junte-se a muitos grupos relevantes

Existem inúmeros grupos de tópicos específicos no LinkedIn. Ao aderir um, pode interagir com outras pessoas fora de sua rede profissional, trocando ideias, dicas e até mesmo oportunidades de trabalho.

12. Concentre os esforços no seu grupo

O LinkedIn permite que você participe em até 50 grupos. É bom fazer isso. Mas há muito tempo no dia. Priorize o seu foco em um ou dois grupos relevantes e mantenha-se altamente envolvido com eles.

13. Retribua

Pense em como pode ajudar outras pessoas na sua rede LinkedIn. Ofereça dicas e oportunidades de trabalho, ajude-os a fazer conexões com outras pessoas. Com sorte, eles retribuirão.

14. Use o LinkedIn para pesquisar e se conectar com empresas

Se está procurando um trabalho específico, pesquise a empresa no LinkedIn. Veja quem trabalha lá e se algum dos seus contatos está conectado aos colaboradores da empresa no LinkedIn. Em caso afirmativo, peça a seu contato para apresentar a conexão dele na empresa onde deseja trabalhar. É uma ótima maneira de se destacar.

15. Atualize para uma conta paga, mesmo que apenas durante sua procura de trabalho

Embora a versão gratuita do LinkedIn seja boa o suficiente, pode ser feita uma atualização. Dessa forma, poderá enviar mensagens para pessoas que não conhece no LinkedIn (através  do InMail), e um selo de assinatura Premium é exibido no seu perfil do LinkedIn. Isso indica que é um utilizador sério, e outras pessoas podem se sentir mais compelidas a entrar em contato e se comunicar consigo.

16. Verifique periodicamente os perfis dos seus contatos

Pode ter perdido o e-mail do LinkedIn na sua caixa de emails anunciando que um contato seu tem um novo emprego - numa empresa onde deseja trabalhar e não tinha contatos anteriores. Por esse e outros motivos, vale a pena ler os perfis dos seus contactos no LinkedIn,  ocasionalmente, para ver o que eles estão fazendo.

17. Seja autêntico

Se foi despedido do seu último emprego, não precisa dizer isso no LinkedIn. Nem deve esconder o fato de que não está mais lá. As redes sociais tem a ver com transparência. Não tente ser alguém que não é. Seja honesto e autêntico nas suas comunicações.